Ciganos

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Ciganos dançando com a Natureza





Para facilitar a interação Terra/Céu, os ciganos dançam descalços. Há uma variedade de danças: do lenço, do punhal, da fogueira etc. O que se pode verificar, porém, é que a cigana, embora tenha movimentos aparentemente sensuais,ela é pudica, e jamais veremos além de seus tornozelos nos seus rodopios e meneios.


Para evitar acidentes durante o bailado e coreografias,as ciganas usam sobre-saias até em número de sete. Daí, ciganas estereotipadas como as das novelas e filmes nada têm a ver com a realidade.


Na dança, o cigano procura desenvolver uma relação telúrica, conectar-se com a natureza e deixar fluir para a superfície física do ser, todos os sentimentos mais íntimos. Assim, nota-se perfeitamente o sinal de êxtase de uma cigana ao rodopiar e fazer seus movimentos gentis, ao sacudir seu pandeiro ou ao som do atrito das castanholas.


Para os ciganos, dançar é celebrar a vida e se ligar a Deus.